Deo Reflexões
O que você quer ser a partir do ano que vem?

Se você ainda não tem a menor ideia da profissão que quer seguir... relaxe. Nada mais natural do que ficar confuso quando se precisa decidir o rumo do próprio futuro. Além do mais, provavelmente, essa é a primeira escolha importante que você tem de fazer sozinho.

Pesquisas, orientação vocacional, tudo isso ajuda, mas a palavra final é sua... Então, o que é mais importante para começar a se decidir? Pensar em você — sim, em você mesmo.
Reflita a respeito de seus sentimentos, interesses, gostos. Eles vão ajudá-lo a “filtrar” as informações que você vai reunir ao pesquisar algumas profissões. Ao pensar sobre si mesmo e sobre o mundo do trabalho, você construirá bem sua escolha.

Esse caminho fará você colocar, de um lado, seus interesses, habilidades e gostos pessoais, o
mercado de trabalho, as informações sobre cursos e profissões. Do outro, a pressão da família e dos amigos, a moda, os sonhos, as esperanças e as fantasias. A melhor decisão é a que levar em conta o maior número de fatores. Desconfie de uma escolha que foi feita com base em apenas um indicador. Decisões como “vou seguir tal profissão só porque tem um bom mercado” são meio caminho para o arrependimento antes mesmo de concluir o curso.